18 fevereiro, 2011

cisne negro

Como um sonho, ela se viu em outro corpo, com outras vontades, sensações gravadas na memória da pele. Às vezes é necessário se jogar ao abismo para que as asas cresçam.



wallace p./ fev'11

4 comentários:

  1. Lindo texto, pequeno porem profundo...
    Beijos tenha uma ótima sexta...

    ResponderExcluir
  2. Sensações, emoções, descobertas...
    Abraços,
    Paulo.

    ResponderExcluir
  3. Esse filme é incrivel.
    De tanto tentar não ser, e se entregar obsessivamente a algo que amava, tornou-se o que estava o tempo todo escondido nela.

    ResponderExcluir
  4. O impacto do filme atinge a alma.
    A doçura versus a tentação.
    Bom versus o Mal.
    O exercício da sensação para a perfeição.
    O cisne branco se transforma em negro.

    bjs

    ResponderExcluir